terça-feira, 16 de outubro de 2012

Planejando a chegada do bebê 1


Estou em compasso de espera pela chegada do meu filhote. Acho que já escrevi isso umas mil vezes! hihihi
Fiz um post em julho com a programação de tudo o que precisava ser feito até sua chegada, sem stress e da maneira gostosa que eu escolhi preparar a chegada do filhote.
Quando começou outubro ainda faltava um monte de coisas, começou a dar frio na barriga, mas aí veio o feriado e eu fiquei a maior parte do tempo em casa, cuidando dos detalhes. Agora já está quase tudo pronto! Faltam algumas coisinhas, mas tenho esse mês inteiro ainda para deixar tudo prontinho, com um mês de antecedência, conforme planejei.
Aí vai o "balanço" desse período, que poderá ajudar futuras mamães a fazerem o seu planejamento:
Abril/maio/junho: No primeiro trimestre é muito difícil fazer qualquer coisa, já que é a época em que a gente se sente muito sem energia, tem muitos enjôos e um sono surreal. Além disso temos muitas dúvidas sobre a gravidez- se ela irá em frente ou não (por mais que tentemos afastar esse pensamento, é impossível não sentir insegurança). Vivi isso cotidianamente, principalmente por já ter abortado no primeiro trimestre, anteriormente. A dica aí é cuidar da saúde: A primeira e mais importante providência é INICIAR O PRÉ-NATAL ainda no primeiro trimestre (óbvio, mas tem muita mulher que fica protelando e quando vai começar já está com a gestação bem adiantada), procurar todas as orientações possíveis,  perguntar tuuudooo para seu médico, repousar sempre que possível e tentar viver esse turbilhão de emoções da maneira mais tranquila possível. Cuidar da alimentação, na minha opinião é o mais importante! (Atividade física é super indicado, mas eu não consegui fazer nada, porque me sentia muito fraca).
Quando passa esse risco inicial, nos sentimos mais confiantes e a organização das coisas já pode começar: É um momento lindo!!! Em julho eu finalmente comecei a me sentir mãe de verdade  e aí comecei a planejar tudo!
Julho:  Fase de planejamento: Planejei tudo o que foi possível! Fiz um planejamento mês a mês, até um mês antes da data prevista para o parto. É bom lembrar que por mais que pareça uma eternidade, são poucos meses (no máximo 5) e assim como no início tudo é difícil, no final vem o peso e fica difícil bater perna em busca do enxoval e dos móveis.
Dicas?
·              Veja muitos blogs e revistas de decoração, lá você encontra tudo o que vai precisar e há muitas listas do que precisa para o enxoval.
·              Pergunte-se: Irá fazer alguma reforma? (tipo trocar piso, pintar parede, trocar janela etc). Terá que reformar algum móvel (sofá, armário, cômoda...)?  Avalie o tempo necessário para isso e comece a reforma imediatamente, já que costuma demorar mais do que o previsto (sempre!). Compre os materiais necessários e contrate os serviço, mesmo que pretenda fazer daqui há um ou dois meses, deixe tudo contratado.
·               Escolha o tema da decoração, as cores e faça um esboço de como ficará tudo. Não esqueça do planejamento financeiro. Projeto bom é projeto viável!
·               Faça lista de tudo o que irá precisar para a reforma, para a decoração/móveis e para o enxoval (incluindo produtos de higiene). Agora que já planejou, mãos à obra!!!

     Eu fiz assim:

Julho: Fiz todo o planejamento descrito acima, depois destralhei a casa (estava de férias) e só então comecei:

·        Iniciar o enxoval
Comprar tudo de uma vez, em um único dia, é uma opção que pode funcionar e evitar várias idas às lojas. Eu preferi ir comprando à medida que fui encontrando coisas de que gostava. Além disso, em cada dia de ultrassom eu me “presenteava” com umas comprinhas para mim e para o bebê.
·        Comprar tecidos para a decoração
       Eu adoro fazer coisas para casa, por isso, após escolher o tema da decoração, fui duas vezes à R. 25 de março (julho e setembro), local aqui em SP, onde se encontra tudo em tecidos e materiais para costura e artesanato.
·        Comprar tinta para pintar o quartinho (e os demais cômodos do ap)
       Como planejei pintar todo o apartamento, já comprei o material necessário.
·        Contratar o pintor e o tapeceiro (este segundo, não veio)
       Acabei mudando a programação e o que iria ser feito em agosto, acabou sendo transferido para setembro. Até o prazo consegui, finalmente, contratar a reforma dos sofás da sala e do sofá cama do quarto do bebê.
·        Desocupar o quarto
Não desocupei o quarto, porque ele é bastante usado ainda (é ateliê, sala de tv, escritório etc), mas já consegui transferir para o outro quartinho todos os livros e as revistas. Consegui organizar praticamente todos os papéis e os materiais de artesanato.




Agosto:
·        Começar a fazer objetos de decoração
       Almofadas, cortinas, kit higiene, abajour, quadrinhos etc. Com a ajuda das minhas sobrinhas lindas Clara e Gabi.
·        Pintura: Seria feita na segunda quinzena de agosto (17 e 18/8), mas houve um adiamento até definir a situação do carro. Foi feita em setembro.
·        Reforma dos sofás: Combinei com o tapeceiro a retirada dos sofás durante a pintura do apartamento, isso ajudou muito (recomendo!), porque assim os espaços estavam bem mais vazios o que agilizou o trabalho.
·        Fazer as cortinas e terminar as almofadas: com o stress do roubo do carro e a mudança na reforma, acabei não conseguindo terminar.
·        Começar o estoque de fraldas: Acabei desistindo, porque até agora ainda não definimos se iremos ou não fazer chá de fraldas.

Setembro:
·               Finalizar o enxoval: Em agosto Clara fez um inventário de tudo o que já havíamos comprado e isso me guiou para comprar o restante e para que minha mãe comprasse os “milhares” de presentes que ela deu para seu neto!
·               Terminar objetos de decoração: Faltavam muitas coisas ainda e este foi um mês difícil e cansativo. Além disso, não sei direito porque, passou rápido demais!
·               Comprar berço/carrinho/banheira/cadeirinha: Comprei o carrinho e ganhamos a banheira e a cadeirinha p/ o carro. Ainda falta o berço!
Outubro:
·   Reforma da bancada: Eu tenho uma mesa que nós mesmos fizemos para o ateliê (que agora é o quarto do bebê). Como não vi necessidade de uma cômoda, resolvi pintá-la e deixá-la lá mesmo, servindo de trocador e local para os produtos de higiene e o que a gente quiser fazer (inclusive continuar fazendo minhas artes!). Foi um trabalho difícil, porque a madeira estava crua e precisei lixar muito e dar 4 demãos de tinta. Isso causou um certo stress, porque lixar dentro do ap, não é coisa fácil! Mas enfim, terminei!
·   Terminar cortinas: ok, fiz neste final de semana!
·   Terminar almofadas: A Gabi costurou as do quarto e eu as da sala.
·   Fazer o protetor de berço: Já montei todas as peças no final de semana, agora vou costurando ao longo desta semana, um pouquinho por dia.
·              Fixar quadros e varão da cortina: Trabalho para o super-pai! Neste final de semana.
·   Comprar produtos e higiene: Ainda nem pensei nisso!
·              Comprar coisas para mim: Camisola adequada à amamentação, lingeries, chinelo, produtos de higiene pessoal
·              Montar o quarto (móveis, quadros etc.): Até o final da semana que vem estará tudo no lugar!
·              Lavar e passar as roupinhas (ajuda da vovó): Já levei tudo e agora só falta o carinho da vovó!
·              Fazer malas para a maternidade: isso será a última coisa, mas quero deixar tudo pronto até semana que vem, porque a gente nunca sabe quando é que ele vai chegar, então melhor me prevenir!
Novembro:
Agora é só esperar tranquilamente (espero!) pela chegada do bebê!!!






Nenhum comentário:

Postar um comentário